, ,

30.09.2017: REMO – REGATA DOUBLE DE MAR

De entre as diferentes vertentes do Remo, a Federação Portuguesa de Remo tem investido fortemente no desenvolvimento do Remo de Mar.

Assim, e pelo segundo ano consecutivo, a FPR organizou um circuito com provas de skiff e double de mar por vários pontos do país.

O Clube Ferroviário de Portugal respondeu a este desafio, adquirindo este ano um double de mar, que mercê de um acidente só ficou pronto no final deste ano, porém a tempo de participar na última regata do calendário de mar prevista para esta época, ou seja a 4ª Etapa do Circuito que se realizou na bacia do Tejo junto ao Barreiro, no passado dia 30 de Setembro, e contou com a presença de duas tripulações do CFP, ambas em double: uma de jovens, composta pelos remadores António Feio e Jad Discovens e outra, em absolutos, composta pelos remadores João Oliveira e Santos Luiz.

A regata – fustigada por forte vento norte que causou enorme ondulação, muito do agrado dos remadores desta modalidade -, tinha um percurso trapezoidal, marcado por boias, numa distância de 2 Km para os jovens e de 4 Km para os restantes remadores.

O Remo de Mar, embora a iniciar o seu percurso na realização de regatas, conta já com a adesão de muitos clubes e com um número considerável de embarcações especiais para vencer o efeito das águas agitadas, como as que se verificam quer em mar aberto, quer nos estuários dos grandes rios portugueses.

Nota: a bem da modalidade e da organização destas provas, estes barcos começaram já a ser fabricados em Portugal, disponíveis para um e para dois remadores.