, ,

11.10.2017 – Cerimónia de apresentação da equipa de voleibol feminino

Realizou-se no dia 11 de outubro a cerimónia de apresentação da equipa de voleibol feminino do Clube Ferroviário de Portugal para a época 2017/2018.

Contando com a presença do Presidente do CFP, do vogal da direção com o pelouro do voleibol, de representantes dos patrocinadores da equipa, THALES e FERGRUPO, dos treinadores e da maior parte das atletas, a cerimónia teve lugar na sede do clube e proporcionou agradáveis momentos de convívio e partilha de informações, reforçando o envolvimento de todos e o foco nos objetivos traçados para a nova época.

Durante a cerimónia foram entregues os troféus referentes ao 2º lugar alcançado na Taça Lisboa INATEL na época 2016/2017 (taça para o clube e medalhas para as atletas) e 3 prémios de colaboração especial com a equipa de voleibol. Estes prémios foram atribuídos a cada uma das empresas patrocinadoras e ao Sr. Fernando Sebastião, colaborador do Externato da Luz que nos tem prestado apoio no local dos treinos.

Seguiu-se um jantar gentilmente oferecido pelos patrocinadores THALES e FERGRUPO.

Vem conhecer a nossa equipa

 

, ,

30.09.2017: REMO – REGATA DOUBLE DE MAR

De entre as diferentes vertentes do Remo, a Federação Portuguesa de Remo tem investido fortemente no desenvolvimento do Remo de Mar.

Assim, e pelo segundo ano consecutivo, a FPR organizou um circuito com provas de skiff e double de mar por vários pontos do país.

O Clube Ferroviário de Portugal respondeu a este desafio, adquirindo este ano um double de mar, que mercê de um acidente só ficou pronto no final deste ano, porém a tempo de participar na última regata do calendário de mar prevista para esta época, ou seja a 4ª Etapa do Circuito que se realizou na bacia do Tejo junto ao Barreiro, no passado dia 30 de Setembro, e contou com a presença de duas tripulações do CFP, ambas em double: uma de jovens, composta pelos remadores António Feio e Jad Discovens e outra, em absolutos, composta pelos remadores João Oliveira e Santos Luiz.

A regata – fustigada por forte vento norte que causou enorme ondulação, muito do agrado dos remadores desta modalidade -, tinha um percurso trapezoidal, marcado por boias, numa distância de 2 Km para os jovens e de 4 Km para os restantes remadores.

O Remo de Mar, embora a iniciar o seu percurso na realização de regatas, conta já com a adesão de muitos clubes e com um número considerável de embarcações especiais para vencer o efeito das águas agitadas, como as que se verificam quer em mar aberto, quer nos estuários dos grandes rios portugueses.

Nota: a bem da modalidade e da organização destas provas, estes barcos começaram já a ser fabricados em Portugal, disponíveis para um e para dois remadores.

 

, ,

23.09.2017: REMO – CNY-CAMPEONATOS NACIONAIS DE YOLE + TROFÉU LISBOA MASTERS REGATA

Disputou-se no dia 23 de Setembro, na pista da Junqueira, em Alcântara, o Campeonato Nacional de Yole e o Troféu Lisboa Masters Regata.

CAMPEONATOS NACIONAIS DE YOLE

Neste Campeonato Nacional estiveram presentes 13 clubes: Associação Naval de Lisboa, Sport Clube Caminhense, Clube Ferroviário de Portugal, Galitos de Aveiro, Académica, Clube Naval  Setubalense, Clube Naval de Lisboa, Ferroviários do Barreiro, Misto (Sevilha), Infante D. Henrique, V Remadores do Lima, Ginásio Figueirense e Sport Clube do Porto.

O Clube Ferroviário de Portugal sagrou-se Vice-campeão Nacional de Y8 (yole de 8) – Veterano Masculino, com a equipa constituída por Tiago Cardoso, José Sousa, Miguel Mourão, Fábio Rui, Fernando Antunes, Ricardo Sousa, João Almeida e António Luís.

Em Y4 (yole de 4) – Veterano Masculino o CFP ficou em 6º lugar, com a equipa constituída por Luís Moreira, Paulo Duarte, Henrique Eusébio e Mário Melo.

Em Yoleta de 4X – Veterano Feminino o CFP conquistou o 3º lugar, com a equipa constituída por Ana Matias, Ambre Jousselin, Sara Godinho e Maria Castro.

No ranking nacional final o Clube Ferroviário de Portugal ficou em 5º lugar.

 

TROFÉU “LISBOA MASTERS REGATA”

Na mesma data, ao final da tarde foi disputado o troféu “Lisboa Masters Regata”, constituído por embarcações skiff de mar.

No prolongamento do CNY, estas regatas foram disputadas pelas tripulações e clubes que aproveitaram as suas deslocações, obtendo os seguintes resultados:

Em Y4 – Veterano Masculino participaram 11 equipas, tendo o CFP ficado em 6º lugar com a equipa constituída por Luís Moreira, Paulo Duarte, Henrique Eusébio e Mário Melo, e o timoneiro António Arnega.

Em Y8 – Veterano participaram 4 equipas, tendo o CFP ficado em 3º lugar com a equipa constituída por Tiago Cardoso, José Sousa, Miguel Mourão, Fábio Rui, Fernando Antunes, Ricardo Sousa, João Almeida e António Luís, e o timoneiro Sandoval Cruzinha.

 

É com enorme orgulho que toda a Direção do Ferroviário de Portugal dá os parabéns a todos e a cada um dos atletas que contribuíram para a conquista destas posições no pódio.

São estas conquistas que nos enchem de orgulho e que são o sinal do trabalho desenvolvido por estes atletas e seu treinador.

 

, ,

30-09-2017 – 2ª TAÇA CLUBE FERROVIÁRIO DE PORTUGAL

Sábado | 2ª Jornada: FERROVIÁRIO 2 x 2 ON4U

 A segunda jornada do torneio da “2ª TAÇA CLUBE FERROVIÁRIO DE PORTUGAL” realizou-se no passado dia 30 de Setembro, defrontando-se as equipas do Clube Ferroviário de Portugal e da ON4U.

Com um bom nível organizacional e boa posse de bola, na primeira parte o Ferroviário procurou jogar sempre como treinou, e foi muito interessante verificar que alguns processos de Jogo estão já a ser postos em prática.

O adversário raramente causou problemas apesar de ter o vento a seu favor e resultado era equilibrado ao intervalo ( 2-1 ). 

Apesar das substituições, o CFP continuou a controlar o jogo até aos 70′, na procura constante de diagonais, com paciência, rodando a bola, mas com baixa eficácia e a desperdiçar algumas oportunidades de golo, o que deu confiança ao adversário, que começou a arriscar mais.

Aos 85′ um erro deu injustamente o empate ao adversário, e apesar de estar a jogar com menos 1 elemento, o Ferroviário ainda fez algumas transições que mereciam melhor conclusão.

Parabéns pelo Bom jogo coletivo!

 

, ,

09.09.2017 – 2ª TAÇA CLUBE FERROVIÁRIO DE PORTUGAL

A disputa do torneio da “2ª TAÇA CLUBE FERROVIÁRIO DE PORTUGAL” teve o seu início no passado dia 9 de Setembro, defrontando-se as equipas do Clube Ferroviário de Portugal e do Banco de Portugal.

Um jogo difícil, que mostrou o ainda pouco entrosamento da equipa do CFP, que criou, ainda assim, inúmeras oportunidades para inaugurar o marcador.

Uma das grandes falhas da equipa do CFP foi a falta de eficácia, não tirando partido da quantidade de oportunidades criadas.

 O jogo terminou com a vitória do CFP por 2-0, um bom resultado, apesar de escasso, olhando para as oportunidades de golo perdidas.

 O CFP apresenta-se esta época, com uma nova equipa técnica, o que motivou também grandes alterações na constituição da equipa, existindo, por esse facto, muitas caras novas de que daremos notícia em breve!

 

 

, ,

TÉNIS DE MESA – Época 2016/2017 Campeonatos Nacional e Distrital + Torneios

Campeonato Distrital de Equipas INATEL

No Campeonato Distrital de Equipas de Lisboa INATEL 2016/2017, disputado entre março e maio, a equipa A do Clube Ferroviário de Portugal conquistou o terceiro lugar.

Na época passada a equipa do CFP foi campeã, pela primeira vez em categoria única, um grande resultado; este ano o resultado mais modesto ficou a dever-se a inferioridade numérica verificada nalguns jogos, por lesão ou ausência, pelo que o 3º lugar nos continua a encher de orgulho!

 

1º Torneio Aberto de Tenis de Mesa CCD Grupo Desportivo e Cultural dos Trabalhadores da Imprensa Nacional Casa da Moeda– 20.05.17

O I Torneio Aberto de Ténis de Mesa CCD Grupo Desportivo e Cultural dos Trabalhadores da Imprensa Nacional Casa da Moeda realizou-se no dia 20 de maio e contou com a presença de vários atletas do CFP, que marcaram pontos e obtiveram classificação entre os primeiros 32 participantes!

_ 3º lugar, Paulo Martins

_ 10º lugar, Carlos Teló Nunes

_14º lugar, Jaime Pinto

_22º lugar, Nuno Mexa

_24º lugar, Augusto Martins Junior

_31º lugar, Moisés Barata

 

Campeonato Nacional de Equipas INATEL – 03.06.17

O Campeonato Nacional de Equipas decorreu no dia 3 de junho no pavilhão do Inatel, sito no parque de Jogos de 1º de maio.

3 atletas do CFP participaram, constituindo uma equipa (Jaime Pinto, Augusto Martins e Moisés Barata), ficando em 6º lugar na classificação geral, e em 2º lugar na Taça de consolação, atrás dos atletas da TAP.

 

11º Torneio de Ténis de Mesa Grupo Desportivo e Cultural de Queijas – 24.06.17

O 11º Torneio de Ténis de Mesa Grupo Desportivo e Cultural de Queijas realizou-se no dia 24 de junho no pavilhão do Inatel, sito no parque de Jogos de 1º de maio.

Contou com a presença de vários atletas do CFP, que marcaram pontos e obtiveram classificação entre os primeiros 32 participantes!

_ 2º lugar, Nuno Mexa

_ 6º lugar, Paulo Martins

_ 17º lugar, Moisés Barata

_ 19º lugar, Carlos Teló Nunes

_ 21º lugar, Augusto Martins

_ 25º lugar, Jaime Pinto

Parabéns Nuno Mexa pela sua excelente participação; só perdeu na final com o impressionante Carlos Leitão, do BCP Porto, vencedor  do torneio, que com 70 anos continua a ter uma movimentação excepcional, garra para dar e vender, um grande talento e imensa inteligência a jogar. Por equipas o Clube Ferroviário de Portugal sagrou-se campeão!

 

 

PARABÉNS AOS ATLETAS! E DESEJAMOS A CONTINUAÇÃO DE BONS RESULTADOS!

 

Os treinos recomeçaram nas instalações do CFP no passado dia 13 de Setembro.

 

, ,

02.08.2017 – ENCONTRO DE TRABALHO COM O TREINADOR E CAPITÃES DE EQUIPA DE FUTEBOL 11

O Presidente do CFP e o Diretor da Secção de futebol estiveram ontem reunidos com o novo Treinador José Inácio e com os Capitães de Equipa Nuno Gil e João Carvalho, com vista a dar início aos trabalhos da próxima época no que respeita à equipa de Futebol de 11.

Foram objeto desta importante conversa de kick off” a história do Clube Ferroviário de Portugal e o investimento feito no campo de futebol nos últimos anos, que remete as nossas instalações desportivas para o “top”, e onde muitos atletas gostariam de treinar e de  jogar.

Ficou a promessa do treinador e dos capitães de que a época vindoura, a começar a 28 de agosto próximo – que já teve início na pré época, com a constituição da equipa e a definição dos objetivos a atingir – remeterá o Ferroviário para um dos lugares de topo classificativo, sendo naturalmente esse o desejo da Direção do CFP e de todos os seus Associados, que recebem com carinho e esperança nas vitórias o seu novo Treinador José Inácio!

 

, ,

14.07.2017 – ENCONTRO DE COROS – Auditório da Comunidade Hindu de Telheiras

No passado dia 14 de julho, no auditório do Templo Hindu de Portugal, o Coro do Clube Ferroviário de Portugal esteve a atuar num encontro de coros que fechou a época 2016/2017.

Neste espetáculo, que teve a presença de mais dois coros do Professor João Sebastião (Coro Rock do Lumiar e c Coro Staccato) cada um deles cantou peças do seu reportório, tendo no final, os três coros cantado em conjunto mais três peças, uma oriunda de cada coro.

A atuação do Coro do Clube Ferroviário, e em resultado do trabalho da época, esteve ao melhor nível, tendo sido apresentado um reportório variad, que incluiu desde o jazz (Dubadap da), à música tradicional portuguesa (Rapsódia Alentejana), brasileira (Balaio) e sul-africana (Siyahamba, sem esquecer os espirituais negros (Steal away) e o sempre obrigatório “hino” Trem de Ferro, apresentado pela primeira vez em versão completa.

Em jeito de balanço da época, foi um ano importante com o Coro a conhecer uma nova orientação com mais predominância para o ensino do canto, mas sem esquecer, como era sua preocupação, as sempre reconfortantes apresentações ao público nos mais diversos ambientes.     

Para o ano pretende-se manter este rumo, se possível com um reforço da formação musical dos coralistas, continuando o Coro a marcar presença junto do público, em especial em espaços ferroviários.

 

, ,

DIRECTOR DO CFP ELEITO MELHOR DIRIGENTE DA LIGA EXUBER – SÉRIE B PELA SIDELINE EVENTS

António Gomes Ferreira, membro da Direcção do Clube Ferroviário de Portugal e Director da Secção de Futebol de 11, Seniores, foi distinguido pela Sideline Events com o título de melhor dirigente da Liga Exuber, série B, o que muito nos honra!

A votação deste título integra os votos da Direcção da Sideline Events, dos delegados aos jogos e das equipas de arbitragem nos jogos e os critérios são vários, designadamente a recepção à equipa adversária, aos árbitros e delegados, a postura, respeito e fair-play demonstrados antes, durante e após os jogos, o acompanhamento da sua própria equipa e o relacionamento com árbitros e delegados ao jogo.

O Director António Gomes Ferreira e a secção de Futebol de 11 estão de Parabéns e o Clube Ferroviário de Portugal também!

 

, ,

15 e 16.07.2017 – REMOTUR, REMO DE TURISMO “CONHECER AVIS”

A falta de água na albufeira do Maranhão, o excesso de calor e a data e divulgação tardias deste evento são fatores que poderão justificar a reduzida presença de participantes em relação aos inicialmente previstos por esta organização CFP. Curiosamente a primeira inscrição deste Remotur foi a de um remador holandês, que veio expressamente da Holanda para participar no evento, deixando a promessa de que, em próximas edições, voltaria com mais remadores do seu Clube.

Conforme programa antes anunciado, nas manhãs de sábado e domingo foram feitas as visitas à barragem da albufeira e uma visita guiada à vila, conduzida por uma técnica do turismo de Avis, após o que experimentámos umas boas migas de batata com entrecosto.

Foi um fim de semana bem preenchido, com jornadas de convívio, de experiências gastronómicas e de visitas culturais:

– O Museu do Campo Alentejano, que está estruturado em torno da temática do trabalho agrícola e da criação de gado, atendendo a que no Concelho de Avis, durante muito tempo, estas foram as atividades principais da população;

– o Centro Interpretativo da Ordem de Avis, instalado numa parte das dependências do antigo Convento de S. Bento de Avis, onde foi visitada a exposição de longa duração sobre a Ordem de Avis, da vila e do território ao longo dos séculos, retratando a história desta milícia desde o inicio da sua formação, quase coincidente com a formação do reino de Portugal, e passando por todo o período medieval, sempre com uma denominação coincidente com a da vila de Avis, e marcando todo um território e as suas gentes;

– a Fundação Arquivo Paes Teles, onde conhecemos a vida e obra de Mário Saa (Mário Paes da Cunha e Sá, que adotou Mário Saa como nome literário, descendia de uma família de grandes proprietários da elite económica e social do concelho alentejano de Avis), os seus interesses, influências, monografias, obras de referência da época, coleção de materiais arqueológicos conseguidos nas suas prospeções geológicas e deixadas conjuntamente com um espólio documental, que constitui ainda hoje uma obra de referência para os investigadores. Neste espólio sobressaem os seus seis volumes sobre “As Grandes Vias da Lusitânia”, onde são referenciados os caminhos romanos utilizados no sul e centro de Portugal.

– a Fundação Abreu Callado, que nos permitiu conhecer a história da família, a razão do aparecimento da fundação, do seu património, atividade e história através de um museu próprio. A sua produção de azeite está adjudicada a uma empresa comercial, enquanto a Fundação se dedica à exploração direta das suas vinhas, plantadas em terrenos franco-argilosos, remontando uma parte delas aos anos 50, e todas elas beneficiando da amenidade do clima que a Barragem do Maranhão proporciona, refletindo-se assim na qualidade dos seus vinhos. Possui uma equipa técnica de enologia que combina processos modernos com métodos tradicionais de vinificação e envelhecimento. Durante a tarde de domingo, procedemos à prova dos seus queijos e enchidos paralelamente com as principais castas “brancas” Roupeiro, Arinto e Tamarez e as “tintas” tradicionais da casa, Aragonez, Trincadeira e Castelão, às quais se juntaram o Touriga Nacional e o Alicante Bouschet. Após as provas de vinhos, enchido e queijos passámos ao almoço de vitela, criada na Fundação.

Como encerramento, foram distribuídos diplomas de participação e promessas de regresso numa nova edição.