Instalação de um aparelho Desfibrilhador Automático Externo (DAE)  

30/12/2020

O Desfibrilhador Automático Externo (DAE), utilizado em paragens cardiorrespiratórias, tem como função identificar o ritmo cardíaco ou fibrilhação ventricular (FV) presente em 90% das paragens cardíacas.

Este equipamento tem a capacidade de efetuar a leitura automática do ritmo cardíaco e as condições cardíacas através de pás adesivas em contacto com o tórax do paciente. 

O DAE tem o propósito de ser utilizado por público leigo e não especializado, com a recomendação de que o operador/utilizador faça um curso de Suporte Básico de vida (SBV) em paragem cardíaca.

Potenciar e fomentar a prática da desfibrilhação com um DAE visa o aumento da taxa de sobrevivência por morte súbita causada por fibrilhação ventricular.

Em locais onde o programa de DAE proporciona de imediato o SBV e o primeiro choque nos 3 minutos após o colapso cardíaco, a taxa de sobrevivência para fibrilhação ventricular por morte súbita é superior a 74%. Atualmente, apenas 5% de vítimas de morte súbita sobrevivem em locais onde não existem programas de DAE instalados, capazes de providenciar SBV e desfibrilhação de forma rápida e eficaz. 

O Clube Ferroviário de Portugal tem a satisfação e o orgulho de anunciar mais uma animadora conquista, desta feita levada a cabo no Campo do Ferroviário, com a instalação de um importante equipamento de suporte básico de vida, no passado dia 30 de dezembro de 2020.

A concretização deste projeto foi possível graças às diligências e ao apoio incondicional da Junta de Freguesia de Marvila, que proporcionou um curso de formação a um grupo de operacionais dos Clubes COL, AD Pastéis e CFP, dotando-os das necessárias competências técnicas para operar com este aparelho desfibrilhador automático externo no âmbito do programa de DAE e, consequentemente, viabilizar a instalação deste equipamento no Complexo Desportivo do Clube Ferroviário de Portugal em Marvila (Azinhaga dos Alfinetes), um clube da cidade de Lisboa a prestar serviços à comunidade no total respeito pelos princípios legais e neste caso concreto, a zelar pela proteção dos sócios e utilizadores deste espaço do clube.